Série Técnico Saudável – Fevereiro - Ansiedade

19 de Fevereiro de 2018

 

Ansiedade – O que é? Quais são os sintomas? Tem cura? Faça o Teste!

Considerado por muitos como o mal do século, a Ansiedade pode ser definida por muitos outros termos no dicionário, mas na prática, só quem sente de verdade esse mal pode traduzir o quão ruim é.

Suar, tremer, gaguejar… enfim, todos os sentimentos mais ruins do ser humano ficam a flor da pele quando ele está sofrendo com a ansiedade. Entretanto, muitas pessoas acabam confundindo os sintomas da Depressão, uma coisa totalmente distinta, com o assunto que estou tratando neste texto.

Por isso, resolvi criar um guia completo para mostrar todos os tópicos relacionados a Ansiedade, desde os seus sintomas, até os tratamentos mais eficazes para dar um fim nesse mal que afeta cada vez mais pessoas. Acompanhe.

O que é Ansiedade?

Como mencionei acima, quando se pensa em Ansiedade x Depressão, estamos sendo totalmente ignorantes pois um não tem nenhuma relação com outro. A ansiedade é vista num contexto popular quando estamos em um momento (ou passando por algum período) sob pressão, ou muito apreensivo para com alguma coisa… mas saiba que o significado puro dele é muito maior.

Ela é muito mais abrangente. Pode-se considerar como sintomas de ansiedade à partir do ponto em que você tem uma preocupação, tensão, medo ou pavor e qualquer outro sentimento ruim em excesso.

Quais os Sintomas?

Todos sabemos que, uma vez ou outra é completamente normal tem algum sintomas de Ansiedade, afinal, quem nunca ficou apreensivo para encontrar alguém que já não vê faz tempo, ou que nunca ficou nervoso por ter algum compromisso importante no dia seguinte e nem conseguiu dormir.

Isso é bem comum. Entretanto, existem cada vez mais casos, não só no Brasil, como no mundo, que esses sintomas estão tomando conta da vida de uma pessoa. E na maioria dos casos, ela está tão acostumada em sentir essas emoções exageradas que nem percebe que isso se transformou num transtorno.

Para que você possa tem uma visão mais abrangente de tudo o que acontece quando esse problema passou dos limites, irei listar alguns dos sintomas mais comuns sofridos por quem já está sofrendo de transtornos de ansiedade e ainda nem se deu conta.

Sintomas Psicológicos

A ansiedade está ligada diretamente com o nosso sistema mental, por isso, a maioria dos sintomas não são nítidos; não são sentidos na pele, mas sim, psicologicamente.

 - Medos Irracionais: um dos fatores que poucos conseguem observar ligação com a ansiedade é o medo que alguma pessoa tem de animais, de voar ou de até mesmo estar em meio a uma multidão. Pode parecer apenas uma simples fobia, mas quando ela se torna exagerada, já cai na categoria de transtornos; você se torna incapaz de fazer mais do que sua mente te delimita;

  - Autoconsciência: não são todas as pessoas que tem a desenvoltura de chegar em alguma festa e conversas com todos, beber, comer sem ao menos sentir que está sendo inconveniente. A autoconsciência começa a se tornar um mal assim que a pessoa se sente tão inconveniente de realizar uma tarefa, que desiste dela, tremem, se avermelham, suam;

- Lembranças ruins: se você já passou por alguma situação/evento que marcou a sua vida de maneira negativa, algo realmente traumático e que costuma lembrar em certas ocasiões, completamente normal. Mas isso se torna parte de um transtorno de ansiedade à partir do momento que esse “Flashback” começa a aparecer constantemente em sua mente;

- Preocupação/perfeccionismo: esse sintoma aparece geralmente em pessoas que vivem em constante pressão na vida, pessoal ou profissional, e querem que tudo saia conforme (ou melhor do que) tinha planejado. O perfeccionismo é tanto que tais pessoas nem se dão conta de que toda essa preocupação para algo dar certo é na verdade uma ansiedade para ouvir opiniões positivas de quem as julgam.

Esses são apenas alguns dos mais comuns em dias atuais. Entretanto, podia citar dezenas de outros sintomas, como: pânico, vergonha de sair (ou falar) em público, compulsividade e muitos outros.

Sintomas físicos

Embora a maioria dos sintomas da ansiedade sejam psicológicos, existem alguns fatores físicos mínimos, que muitas vezes passam por despercebidos, mas que entregam na mesma hora que uma pessoa sofre de transtornos.

Insônia: embora pareça bem claro que a insônia está diretamente ligado a preocupações com a família, com dinheiro ou com outro problema na vida pessoal, e que em poucos dias, muitas pessoas não conseguem se livrar desse mal. A insônia se torna tão comum que acaba sendo algo corriqueiro. Entretanto, isso é um sintoma claro de que essa pessoa está com transtornos;

Roer unhas: esse é o sintoma que mais escancara que uma pessoa é muito ansiosa e acontece com mais de 63% da população brasileira. Geralmente, isso é nítido para quem está ao lado de alguém com transtornos de ansiedade: quem sofre se cala, começa a pensar em problemas e imediatamente leva as mãos a boca para roer as unhas;

Tensão muscular: observa-se nitidamente isso em pessoas que passam o dia sentado e/ou que exercem atividades que não exigem muito do corpo. Tais pessoas não conseguem controlar seus próprios pensamentos e constantemente apertam a mandíbula, flexionam o punho (ou o corpo todo), tensionando-o com vigor;

Dores: essas dores na barriga que você tem, que causam enjoos acontecem muito por conta da agitação com que você balança suas pernas e braços, pois está nervoso. No peito ou na cabeça, as dores de quem sofre com ansiedade são acarretadas pelo nervosismo ou preocupação que estão tendo com algo (um medo constante).

Se você se identificou com algum dos perfis de pessoas que citei acima, em qualquer um dos sintomas, mas ainda não sabe se é por conta da ansiedade, não se preocupe.

Tipos de ansiedade

Irei dar una amostra e explicar brevemente os tipos de ansiedade que mais  vai sofrer de apenas uma, pois a maioria dos sintomas já vem acompanhado de outro.

 - Ansiedade Generalizada – Pessoas que se preocupam com tudo em sua volta, mesmo que essas coisas sequer mudem algo em sua vida. É considerado ansiedade generalizada à parir do 4 mês agindo de tal modo;

 - Ansiedade Social – Pessoas que temem a interação social, que não se sentem bem quando está com pessoas (estranhas ou familiares). Pode parecer loucura para alguns, mas para outros isso é bem sério e afeta muito;

 - Transtorno de Ansiedade – Está diretamente relacionado com síndromes, fobias, estresse excessivo, transtorno de obsessão, distúrbios, TOC, enfim tudo que não permitem que uma pessoa possa viver em paz com outras (ou consigo mesmo);

 - Crise de Ansiedade – Os sintomas da crise de ansiedade são mais físicos. Então, pode ser considerado como sintomas dessa crise: suor frio, atropelamento de falas, boca seca. Ou seja, tudo o que é relacionado com sentimentos físicos, considera-se como crise;

- Ataques de Ansiedade – Conhecido popularmente como “Crise de Existência”, os ataques de ansiedade acontecem quando começamos a nos perguntar o porquê de tudo: “Por quê estou vivo”, “E se eu me matar?”, “Será que vou enlouquecer?”, “E se eu passar vergonha?”.

Estes são apenas alguns dos tipos de ansiedade que são visíveis em poucos dias. Continue e saiba mais sobre este problema!

Ansiedade na Gravidez

Claro que é totalmente normal ter ansiedade na gravidez, mas as vezes a mamãe fica tão obcecada com tal situação, que pode acabar trazendo males tanto pra ela, quanto para o próprio bebê.

Como curar: o tratamento para tal não deve ser de modo algum à base de remédios farmacêuticos, pois isso pode acabar trazendo ainda mais problemas. Opte sempre por calmantes naturais e pela prática saudável de exercícios leves.

E deve-se levar em conta que o papel dos familiares é muito importante nessa situação. Amor, afeto, carinho e principalmente atenção para com a gestante e o bebê nunca será demais.

Como controlar a ansiedade

Estudei durante um bom tempo sobre psicologia e enfermidades da mente, então posso inferir que se você chegou até essa parte do texto, é certo de que deve estar pensando: “Será que ansiedade tem cura?” ou “Como eu posso eliminar isso da minha vida?”.

Felizmente, existe sim como tratar a ansiedade! Mas como todo processo, ele pode ser muito demorado se você não usar as táticas certas.

Por isso, abaixo reuni tratamentos medicinais bem eficazes para que você possa eliminar de vez todos os vestígios de ansiedade de seu corpo e mente.

Tratamentos

Os tratamentos mais comuns e mais conhecidos para amenizar a Ansiedade, também são as mais caras: sessões com psicólogos, psicológicos ou outros especialistas na área.

Mas sendo realista, isso vai te tomar muito tempo e provavelmente, o especialista irá te indicar um medicamento.

Fonte: http://www.saudementalrs.com.br/ansiedade/

 

Oito Maneiras de controlar a Ansiedade:

https://www.luzdadiversidade.com.br/portal/as-8-maneiras-de-controlar-a-ansiedade/

As Maneiras de Controlar a Ansiedade de forma simples e natural.

 Além disso, considerado por muitos como o mal do século, a ansiedade pode ser definida por muitos outros termos no dicionário, mas na prática, só quem sente de verdade esse mal pode traduzir o quão ruim é. Suar, tremer, gaguejar… enfim, todos os sentimentos mais ruins do ser humano ficam a flor da pele quando ele está sofrendo com a ansiedade. Entretanto, muitas pessoas acabam confundindo os sintomas da depressão, uma coisa totalmente distinta, com o assunto que estou tratando neste texto. Então, confira As 8 Maneiras de Controlar a Ansiedade.

Meditação: A meditação é uma boa Maneiras de Controlar a Ansiedade. Além disso, a meditação é urna ferramenta útil para problemas físicos e mentais. Pacientes possuem o transtorno de ansiedade apresentam dificuldade para controlar pensamentos, e é aí que a meditação pode ajudar. Meditar é aquietar a mente através da respiração, mudando a frequência das ondas cerebrais do cérebro.

Pratique Ioga: Praticar ioga é uma das melhores Maneiras de Controlar a Ansiedade. Com técnicas de respiração, a ioga é um grande aliado na prevenção de quadros de depressão  e ansiedade, estimulando o paciente a se reencontrar, percebendo seu corpo e respiração. Uma pesquisa americana evidenciou que aumenta em até 27% os níveis do neurotransmissor GABA, que fica reduzido nos casos de depressão e ansiedade.

Inicie um Tratamento Homeopático: Muitas pessoas têm medo do uso de medicamentos específicos para o combate à ansiedade, devido aos possíveis efeitos colaterais que os remédios podem desencadear. Uma saída mais natural a esse problema é a aplicação da terapia homeopática, que visa tratar o indivíduo como um todo e não apenas a doença em si, equilibrando a saúde do organismo.

A homeopatia é uma das Maneiras de Controlar a Ansiedade. Além disso, ela utiliza algumas substâncias específicas buscando estabilizar a energia vital de cada pessoa, assim como a acupuntura. Uma das primeiras melhoras proporcionadas pelo tratamento homeopata é na qualidade do sono, além de passar a lidar melhor com o estresse do dia a dia, o medo constante e a angústia.

Beneficie-se com a Acupuntura: Uma das melhores Maneiras de Controlar a Ansiedade é praticar acupuntura. Essa técnica milenar da medicina tradicional chinesa se baseia no princípio de que existe uma energia vital que circula por todo o corpo humano por meio de determinados canais — uma falha nesse fluxo de energia seria a causa dos problemas de saúde.

O método consiste na aplicação de agulhas em determinados pontos do corpo, a fim de pressionar os locais que ajustam os canais energéticos e restabelecer o equilíbrio do organismo, auxiliando na cura de doenças físicas e emocionais, como a ansiedade. As agulhas estimulam a liberação de substâncias analgésicas, anti-inflamatórias e relaxantes, atuando sobre os sistemas nervoso, endócrino e imunológico.

Não há contraindicações à acupuntura e até mesmo quem não apresenta nenhuma doença pode se aproveitar dos benefícios do tratamento. Desde 2006, com o advento da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC), a técnica passou a 1 ser oferecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Faça Sessões de Psicoterapia: A psicoterapia é uma boa Maneiras de Controlar a Ansiedade, pois ela procura a conscientização dos problemas que levam à ansiedade. E fundamental para identificar a origem e os gatilhos das situações de que geram a ansiedade, permitindo estabelecer estratégias para lidar com ela. As sessões de psicoterapia que ajudam a atenuar e manejar a ansiedade busca focar em tudo o que funciona na vida do paciente, ao invés de insistir no que é ruim ou negativo.

Relaxamentos e meditações são inclusos no processo da terapia com a finalidade de ativar o lobo pré-frontal esquerdo do cérebro, responsável por acalmar a mente. As pessoas ansiosas têm o lobo pré-frontal direito bem mais ativado, mas, ao praticar a terapia aliada à relaxamentos, passam a acalmar essa área, saindo da terapia mais relaxadas e com uma nova visão de vida.

Sessões de Terapia com Hipnoterapia: A hipnose também é uma das melhores Maneiras de Controlar a Ansiedade. Além disso, segundo Alessandro Baitello, professor e especialista em hipnose, nossa mente guarda toda nossa história. Nessas lembranças, estão o que aprendemos sobre certo e errado, ética e moral e também sobre nossa visão de vida.

Por isso, iniciar sessões de hipnose pode ajudar ao proporcionar pontos positivos em todas as situações, inclusive para quem possui a ansiedade em níveis mais altos. A hipnose é feita em clínicas, geralmente aliada com sessões de terapias, e é parecida com um relaxamento. Basta fechar os olhos, respirar profundamente e focar sua atenção em alguma coisa boa, como um momento agradável, uma viagem ou um pôr do sol, por exemplo. Ao fazer este relaxamento com foco em algo bom, podemos ajudar a pessoa a menear sua ansiedademostrando através dos pensamentos novas atitudes que ela poderá ter daqui para frente, como novos programas de vida ou novos hábitos.

Conheça a Arteterapia: Recentemente, presenciamos o sucesso de vendas dos livros de colorir para adultos. Com desenhos refinados, o que era passatempo para as crianças alcançou um novo status com os mais velhos. Isso porque as publicações prometiam proporcionar momentos de relaxamento e conexão com o eu interior, já que eram necessárias horas de empenho de cada pessoa, além de uma boa carga de paciência.

Os livros para colorir é uma boa Maneiras de Controlar a Ansiedade, pois eles ajudam dependendo do nível de ansiedade do indivíduo e do tempo que ele dispõe para a atividade, pois as imagens para colorir ajudam a forçar no momento presente. O uso de recursos artísticos com finalidades terapêuticas começou a ser usado ainda no início do século 19. Atualmente, há a conhecida arteterapia, que une conceitos de arte e psicologia como recurso para se explorar aspectos do consciente e inconsciente humano.

A técnica se baseia na expressão criativa e reforçam características da própria identidade, simbologia e metáforas, em contraposição à imagem pronta, ou estereotipada, da pessoa.  A arteterapia atua no equilíbrio das emoções, visando a superação de situações traumáticas e distúrbios comportamentais, cognitivos e físicos. E uma das formas de se pensar no momento presente, manter a mente focada e aliviar o estresse e a tensão acumulados.

Pratique Musicoterapia: A musicoterapia é uma das melhores Maneiras de Controlar a Ansiedade. Além disso, que a música faz um bem danado para nosso corpo e alma, isso ninguém duvida. Mas, além disso, os sons podem promover uma redução nos sintomas de ansiedade por meio da musicoterapia. A técnica terapêutica utiliza a busca pelo entendimento do corpo físico trabalha aspectos emocionais e sócios do paciente. Isso porque o som, ao ser captado pelo ouvido, transmite impulsos nervosos para estruturas específicas, como o sistema de límbico.

A principal função desse sistema é de integrar informações sensitivo-sensoriais (no caso, a musica) com o estado psicológico internos, ou seja, ele controla conteúdos afetivos (emoções) a esses estímulos, elencando uma resposta emocional adequada. A música também atua no bem-estar do corpo já que promove o aumento da oxigenação no sangue e, por consequência, uma maior oxigenação cerebral.

 



Escrever

Comentários (0)

Sem comentários, seja o primeiro a comentar clicando aqui.



{"controller":"comunicacao","action":"boletim","module":"default"}